terça-feira, 26 de junho de 2012

Gideão e os 300 valentes


Juízes 7.1-7

“Então, disse o Senhor a Gideão: Com estes trezentos homens que lamberam a água eu vos livrarei, e entregarei os midianitas nas tuas mãos; pelo que a outra gente toda que se retire, cada um para o seu lugar.” Vs 7.

Gideão inspira milhões e milhões de pregadores. As igrejas fazem muitos projetos baseados nesse acontecimento da Bíblia, porque esse homem obedeceu a Deus e agiu por fé.

Na vida algumas vezes nos sentimos sós e pensamos que Deus nos abandonou, mas as situações difíceis são oportunidades para que Ele mostre Seu grande poder na nossa vida.

Senti-me só em determinadas circunstâncias no tocante a igreja e Deus me ensinou a não fazer nada confiando nas pessoas, mas n’Ele.

“Disse o Senhor a Gideão: É demais o povo que está contigo, para eu entregar os midianitas nas suas mãos; Israel poderia se gloriar contra mim, dizendo: A minha própria mão me livrou.” Jz 7.2.

Gideão separou 32.000 homens que iriam para a batalha com ele e Deus disse: “É gente de mais.” Se Gideão fosse com todos aqueles homens a glória não seria creditada ao Senhor.

Gideão arquitetou a batalha baseado na estratégia humana, mas esse não é a maneira de Deus agir. No mundo há muitas estratégias para conquistas de alvos, mas as nossas atitudes devem ser baseadas primeiramente no Senhor. Não seja uma pessoa que confia apenas no seu braço e na sua capacidade, confie no Senhor.

Deus não queria os covardes, nem os tímidos para irem à batalha, porque os covardes atacam por trás, não são dignos de confiança. Os homens que defendiam o Rei Davi eram homens corajosos.

“São estes os principais valentes de Davi, que o apoiaram valorosamente no seu reino, com todo o Israel, para o fazerem rei, segundo a palavra do Senhor, no tocante a esse povo. Eis a lista dos valentes de Davi: Jasobeão, hacmonita, o principal dos trinta, o qual, brandindo a sua lança contra trezentos, de uma vez os feriu.” I Cr 10.10,11.

O verdadeiro amigo nos defende quando não estamos presentes. Não seja covarde, os covardes não são dignos de confiança e não devem ir à luta.

Na vida devemos procurar estar perto dos nobres, dos corajosos, dos valorosos. Se nos apoiarmos em pessoas covardes e tímidas, correremos o risco de ter nossos sonhos e projetos, frustrados.

É melhor ter 300 valentes do que 31.700 covardes. É melhor um número reduzido de funcionários honestos na sua empresa do que ter muitos funcionários mercenários.

É melhor você ter calo nas mãos, trabalhar muito do que não poder deixar um dinheiro na mesa da sua sala, por correr o risco de alguém roubar.

É melhor ter poucas pessoas com que você possa contar, do que estar no meio duma multidão e ser a mesma coisa de não ter ninguém.

Seja um valente na oração, na sua casa, no seu trabalho, seja onde for que você estiver seja um servo valoroso, não envergonhe o nome do Senhor Jesus e não coloque sua confiança nos homens, coloque sua confiança em Deus, se necessário for, siga com '300', Deus o honrará.

Pr. Jorge Linhares

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Postar um comentário

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...